quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Casal Bondage


- Antônio Augusto, estive lendo um site sobre Astrologia e fiquei muito empolgada com as perspectivas para este ano de 2012. E aí, você já fez sua lista? O ano está avançando.
- Que lista, minha açucena campestre?
- Ora que lista? Você já esqueceu das nossas listas de desejos para o Ano Novo? Eu fiz a minha ainda em dezembro: viajar para a Europa, fazer um curso de Medicina Ayurvédica, participar de um seminário de Meditação Zen...
- Bom, minha lista está aqui, mas não é tão estimulante quanto a sua.
- Que bobagem, deixa eu ver.(...) Mas o que é isso Antônio Augusto?
- Foi você quem disse que quando são escritos os desejos têm mais possibilidade de se concretizarem no mundo material.
- Sim, é verdade, mas isso aqui mais parece uma lista de projetos do Jigsaw, da série "Jogos Mortais": cavalo de madeira...
- Você sempre disse que eu devia me dedicar ao artesanato.
- ...açoite em couro com pontas de metal...
- Eu gosto da História de Roma, você sabe.
- ...mumificação...
- Gosto da História do Egito, também.
- ...Eletro-estimulador erótico modelo "Mao Tse Tung"... você ainda não desistiu da ideia de comprar esses aparelhos, Antônio Augusto?
- Pensei que você fosse gostar da simbologia do Ano do Dragão.
- Aff, assim não dá! Eu querendo que 2012 seja um ano mágico para nós, com a concretização dos desejos que mentalizamos no plano astral e você me vem com essa lista de horrores BDSM.
- Mas minha orquídea agreste, estou sendo sincero em minha lista de desejos! São projetos que eu gostaria de concretizar ainda este ano, antes do mundo acabar.
- Você não acredita mesmo nessa fantasia do fim dos tempos, não é Antônio Augusto? Você sabe muito bem que isso tudo é um erro de interpretação. Você está querendo é por em prática suas fantasias BDSM às minhas custas, usando como pretexto o calendário maia.
- Você ficaria muito sexy atada nua com tiras de couro molhadas sobre uma mesa de sacrifícios, como no tempo dos Maias. Isso me deu ideias... posso usar um pouco de cera em nossa próxima sessão de Love Bondage?
- Por enquanto não. Talvez em outra ocasião.
- Ora, porque? Você não gostou da última vez que fiz isso?
- Não fosse o fato de você ter derramado a cera de uma vela de sete dias a quatro dedos dos meus seios...
- Não sou muito bom para calcular distâncias.
- ...e depois ter tentado retirar a cera endurecida com uma lixadeira industrial...
- Achei que você gostaria de dar um toque moderno à prática. Melhor do que aquela vez que tentei retirar com uma faca enferrujada e você - por algum motivo - reclamou horrores.
- Faca? Aquilo parecia mais o facão do Jason, de "Sexta Feira 13". Olha aqui, Antônio Augusto, trate de reformular sua lista de desejos, porque em mim você não vai fazer nada dessas aberrações que está planejando. Porque você não aproveita esse clima mágico do ano que está começando e em 2012 se livra de uma vez por todas dessas suas tendências BDSM?
- Mas querida, não posso nem ficar nem com um desejinho para este ano? Só unzinho?
- Nem um, nem meio, Antônio Augusto. Olha isso aqui: "usar o plug anal modelo Baobá, com pasta de urtiga". Chocante!
- Você prefere o modelo "Baiacu, com pasta de pimenta malagueta"? É até mais tropical, mais nativo, lembra a Bahia...
- Controle-se, Antônio Augusto. E refaça sua lista.
- Tá bom minha flor, eu vou fazer isso.

7 comentários:

Misty disse...

Hahahaha, Val, ri muito! Adorei "-Gosto da história do Egito também". Diálogos ótimos. O Antonio Augusto é muito bom de argumento. Ele me convenceria, talvez, à mesa de "sacrifício" Maia, que sempre me interessou em desenhos e filmes... desde que o sacrifício propriamente dito não ocorra ou seja de outro tipo ;)

Valeria Z. disse...

O Antônio Augusto sempre tenta "sair pela tangente" e para isso ele apela para todo tipo de argumento. O importante para ele é tentar concretizar seus projetos BDSM, e a oposição entre o fetichismo "hard" dele e o fetichismo-light (com um pouco de esoterismo) da Cláudia Maria é que dá o toque à relação entre os dois.

Quanto à "mesa de sacrifício", no filme "Mata-me de prazer", que eu mencionei em post anterior, tem uma cena em que a Heather Graham é amarrada numa enorme mesa rústica de madeira, como num sacrifício ritual. Tudo bem que ela está vestida (não se pode ganhar sempre...), mas achei essa cena altamente erótica. Bjs!

Lucas disse...

Os contos do casal bondage sao muito bons! haha me acabo rir... Mas fora disso me responda uma pergunta, como faço para aprender Bondage... começo fazendo ou sera que existem curso?

Um beijo e parabens... xD

Valeria Z. disse...

No Brasil, confesso que desconheço a existência de cursos sobre bondage, ao contrário do que acontece no exterior (América do Norte e Europa, sobretudo). Normalmente os praticantes começam por iniciativa própria, na base da experimentação, da "tentativa e erro". Atualmente, com a internet, existem sites introdutórios sobre o assunto, com tutoriais e até vídeos, vale a pena dar uma garimpada. Mas no fim das contas, o futuro praticante vai ter que experimentar por conta própria o que é melhor para ele. Dica final: qualquer um pode aprender bondage sozinho, mas a dois fica mais fácil (e mais agradável). Bjs!

Eugenio Boluko disse...

Prezadas Valéria e Misty,

Como o Antonio Augusto, também sou um sado, mas o Antonio é um cara doidão demais, ora vejam só... ele tem realmente de concordar com sua companheira e ser mais ameno em seus desejos para conquistar a confiança de sua companheira (o que para ele não é uma tarefa tão fácil) e fazê-la sentir-se amada primeiro, pois até para prendê-la a uma mesa de sacrifício, é preciso que ela tenha certeza logo de início que o "sacrifício" vai ser, para ela, mais delicioso e tão sacrificante assim.

Até mesmo eu, que também curto o self-bondage, também penso nisto de vez em quando...

Beijos, espero que estejam sempre devidamente amarradas, amordaçadas e até vendadas em apuros deliciosos e em situações bastante agradáveis (principalmente para vocês mesmas, que vocês merecem...).

Se quiserem entrar em contato, meu e-mail é: eugenioboluko@gmail.com

Até mais!!!

Pedro Coelho disse...

Site de webcams Português brevemente em funcionamento pretende recrutar strippers virtuais, nomeadamente que gostem de bondage de modo a marcarmos futuramente a diferença dos outros sites. Os ganhos poderão ir até 1500 euros/mês. Procura-se mulheres, homens, casais ou transexuais que estejam dispostos a ganhar dinheiro fazendo strip virtual. Se tiver interesse ou conhecer alguém interessado como modelo ou potencial cliente, envie e.mail para gulosas.virtuais@gmail.com

Pedro Coelho disse...

Site de webcams Português brevemente em funcionamento pretende recrutar strippers virtuais, nomeadamente que gostem de bondage de modo a marcarmos futuramente a diferença dos outros sites. Os ganhos poderão ir até 1500 euros/mês. Procura-se mulheres, homens, casais ou transexuais que estejam dispostos a ganhar dinheiro fazendo strip virtual. Se tiver interesse ou conhecer alguém interessado como modelo ou potencial cliente, envie e.mail para gulosas.virtuais@gmail.com